domingo, 27 de dezembro de 2015

Informativo Unidos - dezembro

Bom dia Bereiano! Domingo, 27 de dezembro de 2015

0O Cristão e a Política:



A generalização do caos

.


Muitas pessoas encontram-se desanimadas com o quadro político, econômico e social no país, e são tomadas de sobressalto a cada novo escândalo veiculado pela mídia, chegando-se mesmo a uma angústia da alma, a um estado de desolação, sem esperanças ou perspectivas a motivá-las a um futuro, ainda que longínquo, em que o Brasil possa ressurgir da lama na qual está atolado até o cocuruto.

A questão não se resume aos escândalos diários, como se fosse apenas o desdobramento do ofensa à ordem do dia anterior, mas deve-se ter a real dimensão de tudo isto que está acontecendo e por quais motivos e objetivos acontecem. Não é simplesmente roubalheira ou corrupção ocasionais, ainda que perdurem ao menos nos últimos 12 anos de governo (até porquê o histórico de corrupção na república é algo germinal; iniciou-se antes mesmo do fim da Monarquia), e nem tão somente ligados apenas a um partido, o PT. É claro que as dimensões do furto, da corrupção, dos desvios públicos atingiram níveis inimagináveis nas mãos de Lula e Dilma, ao ponto em que a maior empresa brasileira e uma das dez maiores do mundo até 2008, encontra-se em estado falimentar; se fosse uma empresa privada já teria quebrado, mas como não é, respira por aparelhos, em coma.

A pergunta que se deve fazer é: Como se mantém um governo no poder? Como fazê-lo perpetuar-se? E garantir que se perpetue?

O dinheiro é apenas o meio para se conseguir isso, comprando votos, corrompendo, alugando cargos, favorecendo aos amigos do "rei", ou seja, aparelhando o Estado de tal maneira que não haja resistência à permanência ou manutenção no poder de um grupo ideológico. E os marxistas sabem e souberam muito bem fazer isso (e estão fazendo "com louvor"), debaixo de nossas barbas, sem que haja uma efetiva oposição, sem que muitas lideranças, por conveniência, desonestidade, cumplicidade ou ignorância de-se conta do acontece e foi tramado há mais de vinte anos pelo Foro de São Paulo [1], seguindo a cartilha do Fabianismo e Gramscianismo [2]. O que se chama "oposição" não o é de princípios mas de cargos e postos, apenas querem assumir o lugar do PT e tocar o barco tal ou qual eles tocam. Em suma, seria trocar seis por meia-dúzia. Então, pensar apenas em um escândalo, em um roubo, em um desmando, em uma afronta à lei, é ter uma visão localizada, minimizada da realidade, faltando-se compreender a abrangência efetiva do propósito marxista e sua união continental para a implantação de uma "pátria totalitária" na América Latina. Saindo o PT, entra-se outro partido de esquerda (onde estão os partidos conservadores no Brasil? Ninguém sabe, ninguém viu!), e a valsa continuará sendo tocada na mesma toada. O próprio fato da maioria das pessoas acreditarem no absurdo de que o PSDB e DEM são partidos de direita ou conservadores, detalha minuciosamente o estado de manipulação e ignorância histórica, política e de valores morais em que o país se encontra. É pessimismo, podem dizer alguns, mas a realidade o prova, e a história mais recente (vide Argentina, Venezuela, Bolívia, etc) apenas se repete por aqui também.

Qual a solução? A curto e médio prazo, não vejo uma solução efetiva. A coisa está tão preta, mas tão preta, que o "reino de terror" está em franco desenvolvimento, e o que virá pelos próximos meses e anos não é nada animador. Enquanto as pessoas permanecerem atentas apenas ao "último escândalo", nada ou pouco poderá ser feito efetivamente. A solução é a longo prazo, uma mudança de mentalidade, o abandono da mente carnal e marxista por uma mente cristã. E isso somente acontece quando as pessoas entendem e aceitam o Evangelho, em todo o seu corpo, em toda a sua totalidade. Para um veneno (o pecado, o crime, a impiedade, a imoralidade, etc), apenas o antídoto: Cristo![3]

Para muitos parecerá simplismo ou reducionismo, mas como alguém pode caracterizar ou considerar o Evangelho de Cristo desta maneira?

Porém o ódio deste mundo a ele e a sua palavra é algo entranhado no DNA humano, subindo à cabeça e descendo ao coração, de uma maneira tão virulenta que é mais fácil imaginar um mundo perfeito criado pelas mãos humanas mas que não saí do discurso ideológico, pois a realidade e a história provam, e provaram, a sua eficácia em negá-lo na prática, do que aceitar o jugo leve e suave de Cristo.

Ainda que o mundo não conheça a graça de Cristo, é-se possível viver em um mundo minimamente em ordem (se é que tal existe), mesmo na desordem pós-Queda [4]. Sociedades não muito antigas como a européia e a americana fundadas em valores cristãos parecem-me ainda possíveis; mesmo que na atual conjuntura de degradação mental e espiritual, seja uma loucura para os tolos!

_____________
Notas: 
[1] O Foro de São Paulo é uma organização criada em 1990 por Fidel Castro, Hugo Chaves e Lula com o nítido objetivo de implementar a "grande pátria", ou seja, a comunização de toda a América Latina nos moldes de Cuba. Basta olhar para os nossos vizinhos (Argentina, Venezuela, Bolívia e Equador, p. ex.), e também o Brasil, para ver como eles foram bem sucedidos em seus intentos nefastos. 
[2] Fabianismo e Gramscianismo são movimentos políticos marxistas que acreditam na progressiva e gradual evolução da sociedade, utilizando da democracia, para instalar o comunismo. 
[3] Mesmo sabendo que um reino de paz não acontecerá antes do retorno do Senhor Jesus, urge-se ainda mais a pregação do evangelho. Não para mudar o estado geral de coisas, as quais parecem quase irreversíveis, e não somente no Brasil mas no mundo, mas para que, ao menos, alguns saibam que a saída está aí, bem na cara de todos, mas por uma série de fatores, entre eles a Queda e a depravação total do homem (que a mentalidade moderna teima em não reconhecer), eles escolheram o caminho tortuoso da ilusão, de se criar uma outra realidade, onde o massacre ideológico teima em afirmar e insistir na criação de um mundo perfeito à margem de Deus e do seu Evangelho, o que é impossível, um sofisma dos mais grandiosos. De qualquer forma, como servos, resta-nos proclamar o Reino, e que ele venha!
[4] Queda é o evento no qual o homem e a mulher, no Éden, desobedeceram a Deus e, por isso, o pecado entrou no mundo. A visão bíblica e cristã é de que com ela toda a criação foi corrompida, não somente o homem, mas todo o Cosmos. 

***
Autor: Jorge Fernandes Isah
Fonte: Kálamo


O NATAL EXPLICADO

I. Introdução: a condição alienada dos filhos de Deus em relação ao natal

Muitos nunca se detém para pensar no por que acreditam, no que acreditam, no por que seguem determinados costumes ou de onde eles procedem.

Todos nascemos num mundo cheio de costumes: crescemos acostumados a aceitá-los sem discussão.

Por natureza temos a tendência de fazer o mesmo que os outros, ainda que estejam errados.

Temos que abrir os olhos e examinar o caminho que talvez estejamos seguindo.

II. Como e quando surgiu o Natal pela primeira vez?

Será o Natal realmente a celebração do nascimento de Jesus Cristo? Será que os primeiros apóstolos ensinados por Jesus celebravam o Seu nascimento?

O Natal não surgiu da Bíblia, todavia, sabe-se que lentamente foi absorvido do paganismo pela Igreja Católica Romana a partir do século IV.

Jesus nem sequer nasceu na estação do inverno. A própria Bíblia fornece provas (Ct2:11; Es 10:9-13; Lc 2:8) de que o inverno era uma estação chuvosa, não permitindo aos pastores permanecerem ao ar livre durante a noite. As ovelhas eram recolhidas do campo no mais tardar até o dia 15 de outubro para protegê-las do frio.

Se Deus quisesse que guardássemos e comemorássemos o nascimento de Jesus, Ele não teria ocultado tão completamente a data exata (Is 45:15; Dt 29:29).

Antes do séc. IV os cristãos eram poucos em número, porém com a chegada de Constantino como imperador que no séc. IV fez profissão pública de fé cristã. A partir daí o mundo cristão passou a aceitar as costumes pagãos. E foi assim que o Natal se enraizou em nosso mundo ocidental.

III. A verdadeira origem do Natal.

A historia do Natal na verdade, é tão antiga quanto a civilização e tem um motivo bem prático: celebrar o solstício de inverno, que era precedido da saturnalia, festas em homenagem a Saturno.

O soltíscio de inverno, o dia mais curto do hemisfério norte e a noite mais longa, é o ponto de virada das trevas para luz: o “renascimento do sol”. O sol representava o deus greco-romano, Apolo.

Cada povo utilizava o solstício para cultuar seus deuses pagãos. A comemoração em Roma era só mais um reflexo de tudo isso. Lá comemorava-se o culto aos deuses, Mitra, Baal, Apolo, Saturno, entre outros.

Essas festas eram regadas a muita orgia e bebida.
Quando o cristianismo chegou em Roma, por decreto do imperador Constantino, os fiéis queriam arranjar algo para fazer frente às comemorações do solstício. Uma celebração cristã bem nessa época viria a calhar – principalmente para os chefes da igreja que teriam mais facilidade em amealhar novos fiéis.

A igreja aceitou a proposta e a partir do séc. IV quando o cristianismo virou a religião oficial do império, o festival do sol invicto começou a mudar de homenageado. No dia 25 de dezembro, o homenagiado passaria a ser Jesus.

Assim a invenção católica herdava tradições anteriores, o que foi simplesmente uma troca cultural, mas a origem sempre foi à mesma.

IV. De onde surgiu o Papai Noel.

Passados muitos anos, Mitra, Baal e outros perxonagens foram deixados de lado. Em 371 d.c, nasceu a nova estrela natalina, Nicolau de Myra. Ele era um bispo da cidade, e este era um ricaço que passou a vida dando presentes aos pobres.

Historias sobre a generosidade do bispo não falta, ganharam status de mito. Logo atribuíram toda sorte de milagres a ele. E um século após sua morte, o bispo foi canonizado pela igreja Católica. Virou São Nicolau.

Daí a história do Natal com São Nicolau (Papai Noel), que sorrateiramente, a idéia é fazê-lo substituir papai do céu como padroeiro das crianças.

Em 1931, a companhia Coca-cola lançou uma imagem do bom velhinho que é a que perdura até os dias de hoje. Mas qual a relação entre Noel e Jesus? Nenhuma.

É um ato cristão ensinar as crianças mitos e mentiras? Deus declara: ( Lv 19:21; Pv 14:12).

O velhinho de barba branca é sempre alguém que se disfarça para parecer bonzinho! Satanás também se mostra como “anjo de luz” para enganar (2 Co 13:14; Ap 12:9).

V. A Árvore de Natal e seu verdadeiro significado.

Jeremias 10:2-4, 8 nos mostra de maneira muito clara a posição do Senhor em relação a esse costume pagão. É loucura e estupidez (Os 4:13; Dt 16:21).

Deus nos ordena a não imitar esse caminho nem segui-lo. Ter uma árvore de natal em casa é se associar a um costume mundano e que desagrada a Deus (Lv 20:23, 26).

Temos que perceber quem está por detrás da árvore: satanás (Gn 3:1-4).

Uma antiga fábula babilônica falava de um pinheiro que nasceu de um tronco morto. O velho tronco simbolizava Ninrode morto e o novo pinheiro que Ninrode tinha vindo de novo viver. Ninrode significa, aquele que se rebelou.

Portanto sabendo que a origem da arvore de natal é a sua pessoa, quem se associa à prática de ter uma arvore enfeitada em casa se rebela contra Deus.
Ter uma árvore de natal em casa é o mesmo que ter uma imagem ou ídolo. Talvez alguns questionem: “Eu tenho, mas não adoro”. Mas Deus diz: “Não terás outros deuses diante de mim”.

VI. A tradicional troca de presentes natalinos.

Consideremos Mt 2:1-11. Nessa passagem vemos que os presentes foram dados a Cristo e não aos parentes dele. E ainda mais, quando os reis magos chegaram, Jesus já havia nascido dias atrás, portanto não era o seu aniversário.

Em vez de honrar a Cristo, tal costume faz com que as pessoas honrem umas as outras deixando Cristo de lado.

O porque os reis magos levaram presentes a Jesus? Sabemos pela historia que os povos do oriente nunca chegam na presença de reis sem um presente nas mãos.

Deus não aceitará quando alguém tentar usar de um costume ou maneira pagãos para tentar honrar a Cristo (Mt 15:9).

VII. Conclusão: A posiçao que Deus espera que seus filhos tenham

Uma vez que sabemos a origem do Natal e tudo que se associa a ele, temos que nos desvencilhar de tudo que diz respeito a isso, pois não podemos servir a dois senhores (Mt6:24).

A importância de irmos sempre a palavra de Deus para sermos libertados dos costumes mundanos (Jo 8:32).

Podemos aproveitar a data para estar com parentes e amigos em suas casas falando da necessidade do nascimento de Jesus na vida deles (Cl 4:5).

Não nos conformar com este século e todas as coisas que estão dentro dele (Rm 12:2).

Palavra do Senhor para os que estão envolvidos com costumes babilônicos: Sai dela povo meu! (Ap 18:4).

Cuidado ao repassar, antes de ler, consequências virão!

Qual a direção que se deve seguir??? Decida-se.
Leia a Bíblia:Resultado de imagem para tiago 4.4

Adúlteros, vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus.
Ou vocês acham que é sem razão que a Escritura diz que o Espírito que ele fez habitar em nós tem fortes ciúmes?
Mas ele nos concede graça maior. Por isso diz a Escritura: "Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes".
Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao diabo, e ele fugirá de vocês.
Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês! Pecadores, limpem as mãos, e vocês, que têm a mente dividida, purifiquem o coração.
Tiago 4:4-8

Arte é Vida - Sustentabilidade

 Palitos de Sorvetes (caixinha e guarda chaves) Garrafinha revestida com filtro de papel para café - Garrafinha em seu conteúdo pedrinhas coloridas.

Resultado de imagem para sustentabilidade
Adicionar legenda

Sustentabilidade

O que é sustentabilidade????????

 É um conceito, desenvolvimento sustentável, gestão sustentável, meio ambiente, ações.

Conceito de sustentabilidade 

Sustentabilidade é um termo usado para definir ações e atividades humanas que visam suprir as necessidades atuais dos seres humanos, sem comprometer o futuro das próximas gerações. Ou seja, a sustentabilidade está diretamente relacionada ao desenvolvimento econômico e material sem agredir o meio ambiente, usando os recursos naturais de forma inteligente para que eles se mantenham no futuro. Seguindo estes parâmetros, a humanidade pode garantir o desenvolvimento sustentável.

Ações relacionadas a sustentabilidade

- Exploração dos recursos vegetais de florestas e matas de forma controlada, garantindo o replantio sempre que necessário. 

- Preservação total de áreas verdes não destinadas a exploração econômica.

- Ações que visem o incentivo à produção e consumo de alimentos orgânicos, pois estes não agridem a natureza além de serem benéficos à saúde dos seres humanos;

- Exploração dos recursos minerais (petróleo, carvão, minérios) de forma controlada, racionalizada e com planejamento.

- Uso de fontes de energia limpas e renováveis (eólica, geotérmica e hidráulica) para diminuir o consumo de combustíveis fósseis. Esta ação, além de preservar as reservas de recursos minerais, visa diminuir a poluição do ar.

- Criação de atitudes pessoais e empresarias voltadas para a reciclagem de resíduos sólidos. Esta ação além de gerar renda e diminuir a quantidade de lixo no solo, possibilita a diminuição da retirada de recursos minerais do solo.

- Desenvolvimento da gestão sustentável nas empresas para diminuir o desperdício de matéria-prima e desenvolvimento de produtos com baixo consumo de energia.

- Atitudes voltadas para o consumo controlado de água, evitando ao máximo o desperdício. Adoção de medidas que visem a não poluição dos recursos hídricos, assim como a despoluição daqueles que se encontram poluídos ou contaminados.

Benefícios

A adoção de ações de sustentabilidade garantem a médio e longo prazo um planeta em boas condições para o desenvolvimento das diversas formas de vida, inclusive a humana. Garante os recursos naturais necessários para as próximas gerações, possibilitando a manutenção dos recursos naturais (florestas, matas, rios, lagos, oceanos) e garantindo uma boa qualidade de vida para as futuras gerações.

Sua Pesquisahttp://www.suapesquisa.com/ecologiasaude/sustentabilidade.htm



Pastor Benedito Ribeiro e Missª. Ivonete Ribeiro UNIDOS PELA PAZ s2sobrinho@gmail.com "A alegria no coração aformoseia o rosto" Pv 15.13
 Arte é Vida, Viva a Vida com Arte Deus é maravilhoso.

Nenhum comentário: