segunda-feira, 28 de maio de 2018

CAPELANIA - A PRÁTICA DO AMOR AO PRÓXIMO



CAPELANIA - A PRÁTICA DO AMOR AO PRÓXIMO

A excelência do Ofício Ministerial em Capelania

       O capelão é uma pessoa de simplicidade sem igual e sensível ao seu chamado vocacional (inclinado por vontade própria para o exercício do seu sacerdócio) e voluntário (vontade espontânea através de ações que não são remuneradas), é um líder visionário religioso que se pré dispõe a praticar o amor ao seu semelhante obedecendo ao chamado do Senhor Jesus no ofício ministerial em Capelania em assistência religiosa e espiritual.
     Como representante do próprio Jesus Cristo, o capelão uma pessoa sem dolo, praticante da palavra de Deus com um espirito samaritano, proporcionando assistência religiosa, espiritual e consolo a uma pessoas aflita e oprimida, não priorizando jamais nenhuma
bandeira religiosa ou denominacional e tão pouco social ou racial.


 QUANTO AS VISITAS NAS INSTITUIÇÕES DE INTERNAÇÃO COLETIVA

     O capelão é um líder religioso, independentemente de ser ou não um sacerdote: padre, pastor, pagé, pai de santo, rabino e outros, mas uma pessoa devidamente credenciada  com  seus direito respaldados pelas leis que regem nosso país considerado laico, para o pleno exercício de suas funções amparado pela Constituição Federal desde 1.988, art.5º VI e VII de nosso país, o capelão tem seus direitos respeitados e respaldados que lhe garantem o seu ofício em instalações de internação coletiva de âmbito civis e militares que lhe garante a prestação de assistência religiosa e espiritual  nestas entidades, mas  também além de seus direitos o capelão estará atento as normas e regras em cumprir deveres a serem observados e respeitados quando impostas por estas instituições., pois o maior critério do capelão é o de respeitar e  acatar.

OBEDECENDO AS NORMAS E REGRAS

          Todas elas possuem suas Normas e Regras e o agente visitador em Capelania deve observar isto, pois ele é o representante oficial de Jesus Cristo naquela unidade, Ao entrar em uma instituição se dirija a recepção e se identifique e diga o motivo pelo qual está ali para realizar o seu trabalho, a recepcionista o irá identifica-lo e fazer o cadastro e se tudo correr bem lhe entregará um crachá de identificação ou solicitará que porte o seu próprio crachá de identificação em um local visível e o autorizará quanto ao seu acesso para o exercício de sua função, mas caso esteja havendo algum procedimento interno ela o avisará e do tempo ou até mesmo da impossibilidade de visita naquele período, devendo voltar em outra ocasião, o visitador deverá acatar esta determinação não causando nenhum problema e nem contenda no local.

NOTA: Já houve ocorrências de visitadores que não gostaram da resposta negativa da atendente, e fica dando “carteirada” porque alega que está respaldado por lei e que vai chamar a polícia, que aquela situação é constrangedora e humilhante e etc para ele, estas ocorrências tem nos prejudicado muito devido a falta de compreensão e experiência por parte de leigos no assunto.
    NOTA:  Anteriormente foi comentado que o agente visitador em Capelania é uma pessoa que da a assistência religiosa e espiritual levando a paz, amor e esperança ao próximo e não um portador de contendas, pense nisto.
Por este motivo, pessoas desqualificadas e sem as devidas instruções e qualificações necessárias estão prejudicando os bons conceitos do agente visitador nas instituições e muitas entidades de saúde tem limitado estas visitas, prejudicando aqueles que realmente desejam e são vocacionados para realizar este oficio ministerial com dedicação, respeito e seriedade.

CAPELANIA UM EXCELENTE MINISTÉRIO

     A Capelania vem ganhando muito espaço e credibilidade por parte das lideranças Evangélicas e até mesmos de algumas instituições, com a demanda e crescimento quanto à procura de pessoas qualificadas para este exercício ministerial, muitas instituições entram em contato com algumas organizações credenciadas para que enviem pessoas adequadamente qualificadas para o ofício ministerial em suas instituições, pessoas que cursaram e se especializaram neste ofício se qualificando para esta prática.
NOTA: Infelizmente ainda existem muitos oportunistas oferecendo cursos chamados relâmpagos, cobrando preços de investimento muito alto para os que  desejam realizar um curso de especialização, pensando somente em seu próprios interesses de alçarem estes valores para proveito próprios, com promessas de receberem uma carteira com uma  credencial, certificado e muito pouco tempo de preparo, são os chamados cursos “The Flash” ou relâmpagos, e depois entregam uma apostila para que o candidato possa estudar e os iludem realizando ali mesmo uma formatura com becas e outro apetrechos, pura ilusão, aí eu pergunto - Qual a qualificação que estes candidatos a aspirante de visitadores no Ofício Ministerial em  Capelania terão e como colocarão em  pratica este ofício na hora da visitação em contato com os pacientes?
O preparo para um Visitador no Ofício Ministerial em Capelania deve seguir um critério de responsabilidade eficiência e conhecimento além de um excelente preparo e qualificação e isto requer tempo para preparar e habilitar o aluno com bons instrutores altamente qualificados e preparados com conhecimento e habilidades quanto ao ensinar. 
     Existem muitos cursos e instituições de credibilidades e responsabilidades com excelentes instrutores idôneos e sérios, basta saber onde encontra-los, pesquise e se informe quanto aos cursos e as entidades que ministrarão os cursos quanto as suas idoneidades.



Público Alvo

     Cristãos que aspiram este chamado vocacional para se prepararem para este Ofício Ministerial de serem voluntários para o trabalho de Capelania nas diversas áreas a ela atribuídas. Membros de igrejas, profissionais das áreas da saúde e educação, militares, pastores, missionários, evangelistas, presbíteros diáconos, seminaristas, músicos, profissionais liberais e lideranças em geral.


ASSOCIE-SE A UMA INSTITUIÇÃO DE CAPELANIA

     Associe-se a uma instituição ou associação devidamente registrada com registro no Cadastro Nacional de Pessoas jurídicas e com Alvará expedido pelo Órgão competente do município, ao qual possa dar o amparo e assistência  necessário aos seus associados e  filiados,  como exemplo carta de apresentação ou recomendação, renovação cadastral periódica, uma assistência jurídica e emissão de credencial para apresentar nas instituições de visitas com validade anual e outras assistências.
    
UNIPAZ - DEVIDAMENTE REGISTRADA E AMPARADA POR LEI FEDERAL
Constituição Federal de 1988

     Nós da UNIPAZ Capelania Internacional Unidos pela Paz, devidamente registrada conforme regem as leis de nosso país, é uma entidade sem fins lucrativas e de trabalhos humanitários e voluntários, uma associação de Capelania idônea nos termos da Lei.
Amparada pela Lei Federal nº 9.982  e do art. 10 da  Lei Federal 7.210/84 e pelo Decreto 148 da Convenção de Haia.
A UNIPAZ, também conta com subsedes em outros municípios e estados do território nacional podendo se estender fora do território nacional do Brasil, por tratar-se de uma associação nacional e internacional. Sua credencial tem reconhecimento em todo o território nacional por instituições eclesiásticas e sociais.
Quanto a Filiação na UNIPAZ
      Para filiar­-se a UNIPAZ o candidato deverá efetuar cadastro (preencher o impresso oficial), Carta de Recomendação do Líder onde Congrega, Cópias (Xerox) CPF, RG ou CNH deste que conste os documentos exigidos, Certidão de Casamento, Divorcio, Viúvo ou Nascimento, Comprovante de Residência e uma foto 3x4 atualizada. Será cobrado uma taxa de adesão individual ou do casal sendo a segunda credencial com desconto de 50%. O membro deverá ser maior de 18 anos e receberá uma credencial de associadoem PVC de alto padrão e um Certificado de Filiação e passará a fazer parte do quadro de associados e filiados da UNIPAZ, a renovação será anual e não haverá taxa de mensalidade d poderá participar de todas as reuniões e confraternizações quando anunciados.



NOSSA HISTÓRIA

     A UNIPAZ  foi fundada em 3 de junho do ano de 2016 e seu idealizador  o pastor Benedio Gonçalves Ribeiro Sobrinho, Bacharel em Teologia formado e licenciado pelas Faculdade Teológica Assembleia de Deus Ministério de Santos- SP e convalidado pela Faculdade Cristã de Curitiba tendo como cooperadores  que realizaram com afinco este abençoado trabalho os servos de Deus cristãos idôneos voluntários e  vocacionados por este ministério, minha esposa  companheira de ministério Missionária Ivonete Ribeiro, presidente; Pastor Gilberto Santos Junior, 1º. Secretário Executivo, Juiza de Paz Eclesiástica Catia Simone Bordignon, 2ª. Secretária Executiva; Presbítero Adilson da  Silva 1º Tesoureiro; Cooperadora Lucileni da Silva, 2 ª. Tesoureira; Evangelista Nilton Cesar de Sousa, 1º. Conselheiro Deliberativo Fiscal e sua esposa missionária  Marilaine Aparecida Felix Quadros de Sousa, 2ª. Conselheira Deliberativa Fiscal e Cooperadora Eliana Aparecida de Oliveira Serra, Membra do Conselho, Pastor Marcio Simplício, Diretor de Ação Social e Capelão Dr. Osni da Silva, Diretor do Departamento de Consultoria Jurídica.
Subsede Baixada Santista em Praia Grande-SP: Diretora Missionária Rosana Marques e Colaboradores Pastor Benedito Angelo da Silva, Presbítero Edimilson Henriques e Jeovita Bueno.
Subsede em Londrna –PR: Diretor Evangelista José Maria Sousa e sua esposa diaconisa Ducineide de Castro Sousa.


CONSIDERAÇÕES FINAIS

     Estude e faça Capelania e pratique este excelente ministério abençoado por Deus, onde se faz a prática do amor, paz, fé e esperança ao próximo, fazendo o ide do Senhor assistindo comum ato e condutor de uma palavra de consolo, inspirada pelo Espírito Santo de Deus.

 VENHA VOCÊ TAMBÉM FAZER PARTE DESTA FAMILÍA VOCE TAMBEM


Curitiba-PR, 22 de maio de 2018
Por Capelão Benedito Ribeiro - Vice-presidente da UNIPAZ
Capelania Internacional Unidos Pela Paz
  www.facebook.com/k23k27                     WhatsApp (41) 98525-0000



Blog do Pastor Benedito Ribeiro
Pastor Benedito Ribeiro e Missª. Ivonete Ribeiro UNIDOS PELA PAZ s2sobrinho@gmail.com "A alegria no coração aformoseia o rosto" Pv 15.13 Arte é Vida, Viva a Vida com Arte Deus é maravilhoso.

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Jesus acalma tempestades


             Examinai as Sagradas Escrituras
"Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; ora, os Seus mandamentos são penosos,..." (1 João 5:3 ) "...a lei é santa; e o mandamento, santo, e justo e bom." (Romanos 7:12)



JESUS ACALMA UMA TEMPESTADE
(Mateus  18:23 ; Marcos 4:35-41; Lucas: 22-25)

        Mateus 18:23-27

     Jesus subiu num barco, e os seus discípulos foram com ele. De repente, uma grande tempestade agitou o lago, de tal maneira que as ondas começaram a cobrir o barco. Jesus estava dormindo.Os discípulos chegaram perto dele e o acordaram: _ Socorro, Senhor! Nós vamos morrer! - Por que é que vocês são assim tão medrosos? - respondeu Jesus, -Como é pequena a fé que vocês tem! Ele se levantou, falou duro com o vento e com as ondas, e tudo ficou calmo.Então todos ficaram admirados e disseram: - Quem é este que manda até no vento e nas ondas?!

       O Mar da Galiléia  é um grande lago, sua extensão medindo aproximadamente 21 km de comprimento por 12 km de largura e não é raso, há montanhas em sua volta e a sua superfície as vezes são de águas mornas e com o ar frio que desce da montanhas em contato com estas águas desencadeia violentos vendavais que agitam as suas águas e grandes ondas se formam e vão de encontro as embarcações inundando-as e colocando em risco tanto a embarcação como a sua tripulação . 
      E com este agitar das ondas batendo no barco violentamente, coloca em perigo a navegação. Jesus continuava dormindo tranquilamente, pois estava cansado, naquele dia havia curado um leproso (Marcos 1:40-45 e Lucas 5:12-16), curou muita gente (Marcos 1:29-34 e Luxas 4.38-41), muitas pessoas seguiam a Jesus (Lucas 9:57-62), pois onde Jesus andava multidões o acompanhavam, e com este agitar das água e os ventos fortes sacudindo a embarcação este poderia ir a deriva e os discípulos  aterrorizados com esta situação, entre eles, alguns pescadores experientes acostumados a navegar entraram em pânico,  e quanta das vezes não é diferente conosco a nossa situação esta uma maravilha, calma e tranquila mas derrepente surgem do nada os problemas do cotidiano que nos aborrece e nos deixa apreensivos e parece que nada mais dá certo são ventos contrários que abalam nossas estruturas, são neste momentos difíceis da vida que muitos perdem as esperanças e o sentido de continuar, o sentido de lutar, o sentido de conquistar, os discípulos se apavoraram com aquela situação, mar agitado ondas batendo e sacudindo o barco e diante desta tempestade Jesus estava tranquilo repousando deitado na popa, próximo ao leme da embarcação com a cabeça encostada em um travesseiro e os discípulos inconformados diante desta visão gritaram: Socorro, Senhor! Nós vamos morrer!  Jesus os censurou! e conosco a situação não é diferente na hora dos problemas, esquecemos que o socorro esta bem presente o Senhor que cuida e zela por nós, Ele é o socorro bem presente nas horas das angustias (Salmos 46), o medo faz com que a nossa fé seja abalada e a duvida nos deixa a merce  do pânico,  calmamente Jesus se levantou e repreendeu o mar e o vento e os discípulos puderam contemplar e testemunhar as maravilhas e os acontecimentos operados pelo dono da bênção, o Senhor que tudo pode que acalma as tempestades que nos afronta esta pronto para nos atender, é só pedir e crendo recebereis a vitória, assim como Ele mandou que as ondas e a tempestade se acalmasse e o obedeceram da mesma maneira Ele fará em nossas vidas, e quem é este homem? é Jesus Cristo e nEle podemos confiar, apresente os seus problemas para Ele, Deus tem um plano muito especial para renovar sua vida, apresente-se a Ele dizendo "eis-me aqui Senhor", procure conhece-lo melhor vivendo uma vida com mais segurança e esperança e que o Senhor te abençoe e que você renove as suas forças  a cada dia mais.

"Tu dominas o mar poderoso, Tu acalmas as suas ondas furiosas".  Salmos 89.9

"Como és poderoso! Como é grande a Tua Força". Salmos 89.13

Por: Capelão Benedito Ribeiro



  A INTERCESSÃO NA EFICÁCIA DA ORAÇÃO

"Tudo o que pedires em oração, o recebereis". (Mateus 21.22)

A intercessão é uma oração de poder e eficácia, pois quando aplicada com amor e altruísmo é demostrada a ação de um amor ao semelhante. Moisés chegou a abdicar de sua aventurança eterna ao interceder pelos filhos de Israel. 

"Agora, pois perdoa o seu pecado, se não, risca-me, do teu livro, e que tens escrito". Exôdo 32:32

Toda intercessão é uma oração, mas nem toda oração é uma intercessão.

CENTRO DE FORMAÇÃO TEOLÓGICA CRISTÃ
 CURSO DE CAPELANIA CRISTÃ - UNIPAZ
UM NOVO CONCEITO EM CAPELANIA, ano 2018,página 23.
CURSO LIVRE¹
¹. Por tratar-se de um Curso Livre não possuímos vínculo algum com o MEC, trata-se de um curso para qualificar com excelência os vocacionados para o Ofício Ministerial em Capelania Voluntário.

35 Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me;. 36 Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e foste me ver.  Mateus 25



Capelão  Benedito Ribeiro e Missª. Ivonete Ribeiro 
UNIDOS PELA PAZ
 s2sobrinho@gmail.com
Capelão Gilberto dos Santos - esferapolicial@hotmail.com
www.facebook.com/k23k27 
"A alegria no coração aformoseia o rosto" Pv 15.13 
 Arte é Vida, Viva a Vida com Arte, pois Deus é maravilhoso.

sexta-feira, 2 de março de 2018







JESUS CRISTO: O CAPELÃO POR EXCELÊNCIA


Na Bíblia podemos encontrar as narrativas maravilhosas e fantástica a respeito da vida e do ministério do Senhor Jesus Cristo. Ele nos passa um bom exemplo de como cuidou e zelou com muito carinho e amor dos que tiveram a oportunidade de caminharem com Ele e durante todo seu ministério comprovou isto,era uma fonte inesgotável de doação de vida e amor.
Jesus teve a preocupação de fazer discípulos e também de ensinar multidão, pois se compadecia dela.(Mateus 14.13-21 e João 6) e também como cuidar do físico e do emocional, moral e social bem como o espiritual e nenhum destes se dissociavam. Providenciou também alimentos para aqueles que o seguiam no avançar das horas, curou os enfermos e fez visita aos lares.Todo os evangelhos relatam com nobreza os atos de amor e compaixão marcantes em Seu ministério e também se preocupou em resgatar e devolver a mulher a sua dignidade para com Deus e para a sociedade.Não fez acepções, demostrou um amor incondicional e todos os que o procuraram, "muitos o seguiam e a todos Ele curou." Mt 12.15
Fonte: FTN
m
junte-se a nós



Capelania Cristã Hospitalar


Quem atua no Ofício Ministerial em Capelania, deve ter pleno conhecimento que é um serviço voluntário e vocacional em poder prestar uma assistência religiosa a uma vida aflita, a um enfermo e seus familiares ou responsáveis que o assistem, tanto nos hospitais como em seus lares, devendo levar uma palavra de conforto quanto as suas necessidades, pois cabe ao capelão um comprometimento e que o faça com dedicação, zelo e amor ao próximo.

O Capelão segue normas e regras quando em visita a uma instituição de internação coletiva, respeite-as.

--------------------------------------------------------------------

* Cívil    * Trabalhista   *Contratos    *Inventário    *Divórcio   
 * Família    *Condomínios

Capelão Osni da Silva
ADVOGADO

osiadv@gmail.com.br   -    (41)3045-9943 -  (41)99874-9954

Rua: XV de novembro, 964 - 3º. andar - Centro - Curitiba - PR

----------------------------------------------------------------------

"A oração abre o coração para o poder transformador do Espírito Santo" Jim George

UNIPAZ - Regional Sub-sede Praia Grande-SP
Baixada Santista - Litoral Sul

Capelão Benedito Ribeiro - Capelão Benedito Ângelo - Capelã Rosana Marques


No dia 24 de fevereiro aconteceu a primeira reunião com os diretores da sub sede em Praia Grande -SP, com a participação da DiretorIa Regional do Litoral Norte e Sul da Baixada Santista com a Diretora Capelã Rosana Marques (foto nº.3), e do Vice diretor Capelão Benedito Ângelo (foto nº.2), onde foi tratado assunto referente da apresentação da UNIPAZ (Ata e Estatuto) da Capelania Internacional Unidos pela Paz, uma instituição religiosa sem fins lucrativos, dos objetivos, metas e conceitos quanto ao Ofício Ministerial em capelania na região sendo uma de nossas prioridades a assistência religiosa, capacitação e qualificação dos que irão exercer este ofício que é de caráter voluntário e vocacional. Capelania é um ato de amor, fé e esperança. Por: Capelão Benedito Ribeiro (idealizador e fundador da UNIPAZ em Curitiba - PR) Presidente. (foto nº.1)
_______________________________

VENCENDO AS ADVERSIDADES DA VIDA

Problemas existem? Sim !... e sempre existirão, quer pequenos ou grandes, sempre existirão, a nossa vida é comparada a uma corrente alternada de altos e baixos, elas surgem do nada e vem  as lutas, os desafios, as dificuldades para nos confrontar e passarmos pelas provas e por mais sinuosas que sejam este caminhar, desistir jamais, continua sempre.
Todos os dias de nossas vidas as adversidades ali estarão, problemas como mencionado acima, sempre existirão e não cessarão, pois estes acontecimentos importunos estarão nos afrontando, mas devemos estarmos preparados para vencer estas adversidades estes acontecimentos importunos, sim vencer os obstáculos, a Bíblia diz que passaremos por muitas aflições, mas com muita perseverança e fé podemos vencer. "Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo." (João 16:33).
A Bíblia nos fornece diversas histórias de pessoas que passaram por certas adversidades e não olharam para trás , nem pararam ou desistiram de seus objetivos e ideais, prosseguiram e confiaram em um Deus que tudo pode e esta pronto para nos ouvir e atender aos nossos clamores e um bom exemplo registrado nos Evangelhos de Jesus Cristo, como relatou Mateus(9,18-26), Lucas(8,40-56) e Marcos(5,22-43) sobre uma mulher que se encontrava aflita e passando por um sério problema de saúde , o seu nome não foi citado, mas a sua história de fé e perseverança foi registrada. A cura da mulher que tinha um fluxo de sangue que venceu os obstáculos das adversidades da vida que durante longos 12 anos a fizeram sofrer e ser excluída da sociedade, ser restrita de ter amigos e considerada imunda devido esta hemorragia, gastou muito dinheiro em busca  de uma solução para seus problemas,mas mesmo assim não desistiu de seus propósitos e objetivos, tinha bom animo e não perdia as esperanças e hoje por pequenos problemas muitos desanimam e param na metade da caminhada, e a mulher dizia a si mesma, "apenas um toque na orla de sua veste"(Lc v.18), uma fé que foi aditivada e impulsionada com o verbo "crer" e quando soube que o Senhor que cura estava bem próximo não exitou de ir ao seu encontro, saiu do casulo do sofrimento e foi em busca da real solução para a sua vida e pouco se importando com o tamanho do gigante de seu problema e sim de mostrar ao seu problema o tamanho daquele que daria a solução para a sua vida, o dono da cura. Por onde Jesus passava grande multidão o seguia, pois Mateus relata "que a todos Ele curou", o povo oprimia e espremia Jesus que estava a caminho da casa de Jairo para curar a sua filhinha, e a mulher saiu e foi ao encontro de Jesus para realizar o que estava contido em seu coração de tocar apenas se possível na orla das vestes de Jesus e seria curada, apenas um toque e para conseguir seu intuito se arrastou, se espremeu entre a multidão, não se importando mais com nada e tão pouco se alguém iria ou não reconhece-la, e ao se aproximar de Jesus ela tocou na orla de sua veste, imediatamente Ele parou "E disse Jesus, Quem é que me tocou? E negando todos , disse Pedro e os que estavam com Ele,Mestre a multidão te aperta e te oprime e dizes, Quem me tocou?" (Lc 8.45). O Senhor se encontrava em meio de incrédulos e de corações cerrados, travados que o espremiam, mas quando a mulher o tocou sentiu que neste toque havia lago diferente, havia ternura de um coração esperançoso e sincero que cria em seu poder e que Jesus é o Senhor, o autor e consumador da fé (Hebreus 12.2), por onde é operado a vontade do Pai, quer salvando ou curando. "E Jesus disse Alguém me tocou, porque bem conheci  que de mim saiu virtude" (Lucas 8,46), muitas pessoas não esperam pelo socorro bem presente,porque se abatem e se desesperam e por tão pouco perdem as esperanças, desanimam e se desesperam. Não estamos só, não fomos desamparados, Jesus se faz presente e basta uma atitude nossa, apenas um simples toque de fé, amor e esperança e tudo Ele fará. A mulher não exitou, e tão pouco desanimou, mas seguiu em frente com os seus propósitos, quando uma pessoa busca ao Senhor de todo o seu ser com um coração sincero, a exemplo desta mulher, sabe que se bater, as portas se abrem, se pedir, Ele ouvirá e  atenderá, de um 180 graus em sua vida e tome a iniciativa de um mais que vencedor, apenas um toque para reverter esta situação, E Ele disse: "Tem bom animo filha, a tua fé te salvou, vai em paz" (Lucas 8,48).Tome uma decisão na sua vida,reverta esta situação de declínio,confie no Senhor e reconheça-o com seu Senhor. Shalom


Por.Capelão Benedito Ribeiro
UNIPAZ  - Sede em Curitiba-PR









Capelães Presidentes Benedito Ribeiro e Ivonete Ribeiro.
Diretoria Executiva Capelães Gilberto, Cátia, Adilson e Marilaine
   UNIDOS PELA PAZ 
 s2sobrinho@gmail.com
 "A alegria no coração aformoseia o rosto" Pv 15.13 
 Arte é Vida, Viva a Vida com Arte, porque Deus é maravilhoso.

terça-feira, 30 de janeiro de 2018


********************************
"O seu futuro dependerá do que você fizer de bom hoje, então faça o melhor para garantir o seu futuro "
(sem autor)

****************************

O que são línguas estranhas?
Como e onde começou o movimento pentecostal
Benedito Ribeiro

Vale lembrar que muitos neopentecostais se apegam ao Livro de Atos, capítulo 2, para justificarem o falar em línguas estranhas, embora o texto evidencie que eram idiomas que se entendiam como se fosse a própria língua.
 Capelão Pastor Gilberto Santos - Redator
Presidente do Ministério Pentecostal Tabernáculo da Adoração
Curitiba-PR
Primeiro Secretário Executivo da UNIPAZ


O movimento pentecostal dos nossos tempos começou com o pastor negro norte-americano Willian Seymour, que inaugurou a era moderna do pentecostalismo no início do Século XX, promovendo cultos com danças, gritos, palmas e línguas estranhas incompreensíveis, uma êxtase espiritual dentro de um templo localizado na rua Azusa Street, em Los Angeles.
O local ficou muito conhecido em abril de 1906 e chamou a atenção dos repórteres do Los Angeles Daily Time, que assistiram à uma celebração do pastor Seymour e a publicaram, na primeira página do jornal, com as manchetes “Espantosa babel de línguas” e “Cenas impressionantes em templo da rua Azusa”. O movimento foi aderido há mais de 100 anos atrás pelos evangélicos pentecostais e, em 1960, pelo movimento denominado carismáticos da Igreja Católica Romana, onde padres e fiéis oram horas e horas em línguas estranhas para terem um contato mais íntimo com Deus.
A seguir trataremos do falar em línguas estranhas (desconhecidas), conhecido como as línguas dos anjos...
O falar em línguas estranhas (desconhecidas), ou línguas dos anjos, é mais aceito entre os grupos pentecostais que tomam como base para esta afirmação o que o apóstolo Paulo escreveu à igreja primitiva de Corinto, onde faltava o amor entre os seus membros, assim enfatizando: “Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.” (1 Co 13.1)
O apóstolo faz uma comparação aos membros da igreja de Corinto, os quais não demonstravam amor uns para com os outros - não havia harmonia , como alguns casos isolados que ocorrem nos dias de hoje, nos quais podemos ver crentes fervorosos que pulam, sapateiam, gritam, riem, dançam em reuniões, cultos e vigílias, mas que ao término de tais aparatos religiosos acabam saindo vazios, reclamando, rancorosos, pois não conseguem manter um equilíbrio emocional e nem perdoar ou amar seu irmão ou seu próximo, agindo naturalmente como se nada os abalassem. Não obstante, há também os casos de lideranças rancorosas, presidentes de ministérios se bombardeando ofensivamente, querendo glórias para si.
Sob minha ótica, Paulo faz uma comparação entre a língua dos homens e a língua dos anjos, exemplificando que a primeira representaria as questões materiais e a segunda as espirituais, respectivamente, justamente por não existir uma harmonia quanto às questões do natural com as do sobrenatural.
Não há como afirmar que os anjos usam tais línguas para se comunicarem entre si, uma vez que não existem referências concretas para isso, mas sim sugestões, pois a Palavra foca que entre os anjos e os homens houve um relacionamento, um contato no qual o homem pode ouvir e entender claramente, sem nenhuma dúvida sequer, as mensagens de Deus.
 “Louvem-no todos os seus anjos, louvem-no todos os seus exércitos celestiais.” (Sl 148.2)
Não há como concluir estas questões, pois haverá duas vertentes e a dúvida irá permanecer quando se tratar do “falar em línguas estranhas (desconhecidas)”, quais sejam: se realmente no momento em que se pronunciam as línguas dos anjos (desconhecidas) estão falando em mistérios com Deus, ou apenas se deixando levar por uma correnteza de emoções ou, ainda, por uma desconexão de um enrolar de línguas ininteligíveis audivelmente, que até o própria pessoa que as profere não consegue interpretar-se a si mesma.
A Bíblia não menciona claramente quais seriam estas línguas e, por isso, podemos apenas afirmar que são mistérios para o homem, mas que podem ser compreensíveis para Deus, que sonda os nossos corações. Além disso, já foi mencionado que nem o que fala na linguagem estranha (desconhecida) compreende ou consegue interpretar o que está falando: “Porque o que fala em língua desconhecida não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e em espírito fala mistérios.” (1 Co 14.2) – Não equivocar “em espírito” com o Espírito Santo.
Este é um assunto que ainda vai se perpetuar por muito tempo, pois há os que concordam, os que duvida, os que ignoram e os que se aproveitam deste movimento, especulando o oportuno para tirar proveito ou para ostentar seus próprios interesses.

Benedito Ribeiro é capelão, pastor e teólogo, idealizador e fundador da Capelania Internacional Unidos pela Paz - UNIPAZ,
com Sede em Curitiba-PR.

Artigo livre e independente, podendo o leito, concordar ou não e livre para copiar. Postado no blog www.unidospelapaz2.blogspot.com em 30/01/2018
No Face:  https:facebook.com/benedito.ribeiro.980

WhatsApp: (41) 98525-0000

***********************************

"Não andeis ansiosos  por  coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus, pela oração e súplica com ações de graças." Filipenses 4.6

*************************************





Converte-nos
Versículo do dia: Converte-nos, ó Senhor, para que possamos ser convertidos! (Lamentações 5.21, tradução própria)
Não há esperança para o povo de Deus, a menos que Deus os converta de seus desvios e queda no pecado e incredulidade.
O livro de Lamentações é o livro mais sombrio da Bíblia. O próprio Deus havia dizimado a menina dos seus olhos.
 • “Deu o SENHOR cumprimento à sua indignação, derramou o ardor da sua ira; acendeu fogo em Sião, que consumiu os seus fundamentos” (Lamentações 4.11).
 • “Destruiu tudo o que era formoso à vista” (Lamentações 2.4).
 • “O SENHOR a afligiu, por causa da multidão das suas prevaricações” (Lamentações 1.5).
Então, como o livro termina?
Ele termina com a única esperança que existe:
Converte-nos, ó Senhor, para que possamos ser convertidos.
Essa é minha única esperança, e sua única esperança.
Jesus disse a Pedro: “Simão, Simão, eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como trigo! Eu, porém, roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; tu, pois, quando te converteres, fortalece os teus irmãos” (Lucas 22.31-32).
Não se você se converter. Mas, quando você se converter.
Cristo Jesus é aquele que está à destra de Deus, quem de fato está intercedendo por nós (Romanos 8.34).
Ele nos converterá. Logo, “àquele que é poderoso para vos guardar de tropeços… seja a glória, majestade, império e soberania, antes de todas as eras, e agora, e por todos os séculos” (Judas 1.24-25).
Por: John Piper. © Desiring God – Solid Joys
Original: 29 de Janeiro – Converte-nos. © 2017 Ministério Fiel. Todos os direitos reservados. Website: MinisterioFiel.com.br. Tradução: Camila Rebeca Almeida. Revisão: Vinicius Musselman. Narração: Emílio Garofalo Neto.

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato ou canal, desde que adicione um link para esta postagem, não altere o conteúdo original e não venda o material ou acesso ao material.

Fontw:  John Piper é doutor em Teologia pela Universidade de Munique e fundador do desiringGod.org e chanceler no Bethlehem College & Seminary. Ele serviu por 33 anos como pastor principal da Bethlehem Baptist Church em Minneapolis, Minnesota. Piper é autor de diversos livros, incluindo Uma Glória Peculiar (Fiel) e Em busca de Deus (Shedd).

**************************************************************



D  I  A  B  E  T  E  S


diabetes tipo 2 é uma doença crônica que afeta a forma como o corpo metaboliza a glicose, principal fonte de energia do corpo. A pessoa com diabetes tipo 2 pode ter uma resistência aos efeitos da insulina - hormônio que regula a entrada de açúcar nas células - ou não produz insulina suficiente para manter um nível ..

MANCHAS NA PELE PODEM SER CAUSADAS PELO DIABETES
13  DEZEMBRO  11:35

     O aparecimento de manchas escuras com aspecto aveludado na pele, especialmente em regiões de dobras como pescoço, axilas e virilha, pode ser um sinal do diabetes do tipo 2, caso mais comum da doença. De acordo com André Vianna, endocrinologista do Centro de Diabetes Curitiba (CDC), estas manchas são chamadas de acantose nigricans.
O médico explica que o problema se caracteriza pelo escurecimento e pelo endurecimento da pele. “A acantose está relacionada com o metabolismo da insulina e aparece em doenças que afetam este metabolismo, como o diabetes do tipo 2 e a obesidade”, sinaliza Vianna. No conjunto de doenças relacionadas nos adultos, pode estar vinculado a tumores malignos.
A modificação das manchas e até o desaparecimento delas pode vir com o tratamento destas outras doenças paralelas. “Em alguns casos, a acantose é herdada, mas certos medicamentos podem contribuir para a condição, como hormônios de crescimento e contraceptivos”, relata.

Vianna relata que o tratamento da acantose é difícil e que, na verdade, o que deve ser tratado é a doença que causa essas manchas na pele, e não as manchas em si. “Tratamentos dermatológicos, como cremes e loções, podem até ajudar a aliviar o escurecimento da pele, caso o paciente esteja incomodado com a aparência da área afetada, mas o importante é tratar a causa efetiva das manchas, seja ela o diabetes ou a obesidade”, finaliza.
Fonte:   http://www.blogdogusmao.com.br/v1/tag/centro-de-diabetes-curitiba-cdc/

******************************************


Capelães Pastor Benedito Ribeiro e Missª. Ivonete Ribeiro
CAPELANIA INTERNACIONAL  UNIDOS PELA PAZ 
 s2sobrinho@gmail.com 
 "A alegria no coração aformoseia o rosto" Pv 15.13
 Arte é Vida, Viva a Vida com Arte Deus é maravilhoso.

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

A UNIPAZ - Capelania Internacional Unidos pela Paz é uma entidade designada associação sem fins lucrativos com sede na cidade de Curitiba - PR e contará com subsedes em todo território nacional, podendo também se estender para outros países. Esta autorizada pela CF/88 e amparada pela lei 9,982/00 e pelo Decreto 148 da Convenção de Haia. Os nossos objetivo é o de informar, preparar, instruir, capacitar, qualificar, fiscalizar, credenciar e certificar os voluntários vocacionados para o ofício ministerial em Capelania, distinguindo a função em três classes:Visitadores, Auxiliares de Capelania e Capelães.

***************************************
COMO RECONHECER A JESUS?

Dois seguidores de Jesus caminhavam conversando em direção a aldeia de Emaús  uns onze quilômetros de distância de Jerusalém(Lucas 24: 13-35) quando Jesus apareceu e  juntou-­se a eles, caminhando ao seu lado. Mas eles não sabiam que era Jesus não o reconheceram. 
17 “O que é que vão aí a discutir?”, perguntou. “O que é que vos preocupa assim?”
18 Um deles, Cleopas, respondeu: “Deves ser a única pessoa em toda a cidade de Jerusalém que não soube das terríveis coisas que ali sucederam nestes últimos dias”.
19 “Que coisas?”, perguntou Jesus.
Muitas pessoas que dizem conhecer Jesus estão desapercebidas, acomodadas e preocupadas com muitas coisas corriqueiras que acabam se afastando e desviando do real sentido de poder ter uma intimidade e poder conhecer melhor aquele pagou um preço muito caro por amor a nós, nos resgatando das mãos do inimigo de nossas vidas.que veio se não para "matar, roubar e destruir" (Jo 10:10) e esta é uma de suas artes manhas de nos afastar do amor de Deus.
Voltemos ao caminho para Emaús:
“O que aconteceu a Jesus de Nazaré. Era um profeta de Deus que fez milagres poderosos e, além disso, era um grande ensinador, altamente considerado tanto por Deus como pelos homens. 20/21 Mas os principais dos sacerdotes e os nossos chefes prenderam­-no e entregaram­-no ao governador romano para ser condenado à morte, e crucificaram-­no. E nós pensávamos que ele era o Messias que vinha para libertar Israel! 22/24 Para além disto que aconteceu há três dias, umas mulheres do nosso grupo de seguidores seus foram ao túmulo onde foi posto, de manhã cedo, e regressaram com a notícia de que o seu corpo desaparecera e de que tinham visto lá uns anjos que lhes disseram que Jesus se encontrava vivo! Alguns dos nossos homens foram a correr ver o que se teria passado, e não há dúvida de que o corpo de Jesus desapareceu, tal como disseram as mulheres.”
25/27 Então Jesus respondeu­lhes: “Mas vocês não estão a ser sensatos! É assim tão difícil para vocês crer em tudo o que os profetas escreveram nas Escrituras? Não foi claramente predito por eles que o Cristo teria de sofrer todas estas coisas antes de entrar na sua glória?” E fez ­lhes compreender as Escrituras, começando com os livros de Moisés e através das Escrituras, explicando o que esses textos diziam a respeito de si.
28/29 Entretanto, aproximavam­se da localidade para onde iam. Jesus parecia querer prosseguir no caminho, mas pediram ­lhe que ficasse com eles porque se estava a fazer tarde, ao que acedeu. 30/31 Quando se sentaram para comer, ele pediu a bênção de Deus sobre o alimento, e depois, pegando num pequeno pão, partiu­ o e distribuiu­ o por eles. Foi então que, de repente, os olhos se lhes abriram e o reconheceram. E naquele preciso momento ele desapareceu.
32 Começaram, pois, a lembrar­ se de como os seus corações se tinham animado enquanto ele lhes falava, explicando ­lhes as Escrituras, pela estrada fora.
33/34 Voltaram logo outra vez para Jerusalém, onde os onze discípulos e os outros seguidores de Jesus os receberam com estas palavras: “Não há dúvida de que o Senhor ressuscitou! Apareceu a Pedro!” 35 Os dois de Emaús contaram como Jesus lhes aparecera também enquanto seguiam pela estrada, e como o tinham reconhecido quando partiu o pão.
Se faz necessário abrir o coração e sentir no profundo o toque do Senhor Jesus em nossa vida, 1Portanto, também nós, considerando que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, desembaracemo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos está proposta, 2olhando fixamente para o Autor e Consumador da fé: Jesus, o qual, por causa do júbilo que lhe fora proposto, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus. 3Refleti profundamente sobre Aquele que suportou tamanha oposição dos pecadores contra sua própria pessoa, para que não vos fatigueis, tampouco desanimeis. As provas revelam o amor do Pai (Hebreus 12), E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.(Filipenses 2.11), para que realmente como aconteceu a estes dois seguidores de Cristo possa acontecer com aqueles que ainda não conhecem a Jesus em toda a sua essência de puresa e santidade.
Por: Capelão Pastor Benedito Ribeiro - UNIPAZ -Curitiba-PR


****************************
Versículo do dia: 
"Jesus, percebendo-o, lhes perguntou: Por que discorreis sobre o não terdes pão? Ainda não considerastes, nem compreendestes? Tendes o coração endurecido?" (Marcos 8.17)
Depois que Jesus alimentou os cinco mil e os quatro mil com apenas alguns pães e peixe, os discípulos entraram em um barco sem pão suficiente para si mesmos.
Quando começaram a discutir sobre a sua situação, Jesus disse: “Por que discorreis sobre o não terdes pão? Ainda não considerastes, nem compreendestes?” (Marcos 8.17). O que eles não entenderam?
Eles não entenderam o significado das sobras, ou seja, que Jesus cuidará deles quando cuidam de outros. Jesus diz:
“De quando parti os cinco pães para os cinco mil, quantos cestos cheios de pedaços recolhestes? Responderam eles: Doze! E de quando parti os sete pães para os quatro mil, quantos cestos cheios de pedaços recolhestes? Responderam: Sete! Ao que lhes disse Jesus: Não compreendeis ainda? (Marcos 8.19-21)
Entender o quê? As sobras.
As sobras foram para aqueles que serviram. Na verdade, na primeira vez havia doze servidores e doze cestos restantes (Marcos 6.43). Na segunda vez, sobraram sete cestos: o número da completude abundante.O que eles não entenderam? Que Jesus cuidaria deles. Você não pode dar mais do que Jesus. Quando você gasta sua vida por outros, suas necessidades serão atendidas.Por: John Piper. © Desiring God – Solid Joys Original: 24 de Janeiro – Servido ao servir outros. © 2017 Ministério Fiel. Todos os direitos reservados. Website: MinisterioFiel.com.br. Tradução: Camila Rebeca Almeida. Revisão: Vinicius Musselman. Narração: Emílio Garofalo Neto.Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato ou canal, desde que adicione um link para esta postagem, não altere o conteúdo original e não venda o material ou acesso ao material.Promova a Alegria Inabalável em seu blog/site. Clique aqui e pegue o código
*******************************************
 "As coisas que fazemos hoje,´são para ser colhidas no amanhã, o passado em nada altera o futuro, pois já passou, mas o presente (o hoje) fará um grande significado para o amanhã, então faça o seu melhor hoje"

*****************************
VENHA PARA CRISTO

**************************
Capelães Pastor Benedito Ribeiro e Missª. Ivonete Ribeiro - CAPELANIA INTERNACIONAL UNIDOS PELA PAZ - E-mail: s2sobrinho@gmail.com  - "A alegria no coração aformoseia o rosto" Pv 15.13  - Arte é Vida, Viva a Vida com Arte Deus é maravilhoso.