terça-feira, 28 de abril de 2009

MISSÔES



"Mas eu, SENHOR, no tempo oportuno, elevo a ti a minha oração; responde-me, por teu grande amor, ó Deus, com a tua salvação infalível!"Salmos 69.13



Nosso Deus não falha. Em nenhum momento devemos nos esquecer disso. A graça e o amor do Senhor são infalíveis para com aqueles que o amam e o temem. Por isso, podemos interceder por nossos irmãos perseguidos com a certeza de que, pelo amor que não falha, Deus nos responderá.
Na Colômbia, somente nos meses de março e abril, três cristãos foram mortos e diversos pastores ameaçados de morte. Enquanto isso, o temor em relação às guerrilhas continua. Leia mais sobre a situação no país e interceda.
Agradeça a Deus, pois 70 cristãos presos no campo de concentração militar Mitire, na Eritreia, foram soltos. Todos eles pertenciam a igrejas banidas pelo governo. Fontes afirmam que o país está sendo transformado em uma prisão gigante.
Em uma campanha a favor do Talibã, dois cristãos foram mortos por se oporem às manifestações e ataques do grupo de militantes. Casas foram invadidas, igrejas foram pichadas e muitas pessoas ficaram feridas no Paquistão. Não se sabe quem está por trás do ataque.


Até dia 30 de junho, a Portas Abertas Internacional está promovendo uma campanha de Ações Institucionais em favor do cristão chinês Shi Weihan, foto ao lado.
O cristão chinês Shi Weihan, 39 anos, foi preso em 19 de março de 2008. Seu “crime” foi publicar Bíblias e livros cristãos sem a permissão do governo.Weihan tem diabetes e sabe-se que sua saúde tem piorado. Sua família acredita que ele não tem recebido o medicamento do qual precisa. Ele perdeu 20 quilos desde que foi preso e por causa das condições da cela onde está preso, o corpo de Weihan desenvolveu um tipo de alergia.
Peça a liberdade de Shi Weihan
A Portas Abertas Internacional está promovendo uma campanha de Ações Institucionais em favor de Weihan. O objetivo é mandar e-mails para a embaixada chinesa no Brasil mostrando que pessoas no mundo inteiro estão cientes do caso e das falhas legais do processo, e pedindo a libertação de Weihan.

Para participar envie cartas ou e-mails, de acordo com o modelo proposto. (abaixo)
Muitas vezes, a resposta infalível de Deus vem através de mim e de você, quando agimos para ajudar nossos irmãos. Oramos para que ouça a resposta infalível de Deus em sua vida.

Que o amor de Deus seja sensível em você,
Deborah Stafussi

Editora

Em 28/04/2009
Endereços dos E-mail e modelo da carta segue abaixo:
Para onde mandar?
Consulado Geral da República Popular da China no Rio de Janeiro
R. Muniz Barreto, 715 – BotafogoRio de Janeiro – RJ
CEP: 22251-090
Consulado Geral da República Popular da China em São Paulo
R. Estados Unidos, 1071 – Jardim AméricaSão Paulo – SP
CEP: 01427-001
Embaixada da República Popular da China SES
Av. das Nações, Q. 813 – Lote 51Brasília – DF
CEP: 70443-900
Modelo de texto
Vossa Excelência, Reconheço os avanços positivos que têm ocorrido na China ao longo da última década, inclusive no campo de direitos humanos. No entanto, gostaria de expressar minha preocupação para com o caso do cristão chinês Shi Weihan, de Pequim (passaporte nº. G09812730).
Weihan é dono de uma livraria e tem 39 anos de idade. De acordo com relatos, Weihan foi detido em 28 de novembro de 2007 e libertado em 4 de janeiro de 2008, por falta de provas. Mas em 19 de março de 2008, ele foi detido novamente. Weihan já passou mais de um ano na prisão e nesse período, por duas vezes, o tribunal rejeitou o caso por falta de provas. Em 20 de março de 2009, o caso dele seria apresentado pela terceira vez no tribunal. Porém, no último minuto, o tribunal adiou a audiência, sem dar explicações. O julgamento acabou acontecendo em 9 de abril, embora o veredicto não tenha sido anunciado.
Respeitosamente, peço que o senhor interceda junto ao seu governo e solicite que o escritório de segurança nacional aja de acordo com a lei no caso de Shi Weihan, libertando-o rapidamente, uma vez que sua detenção é ilegal. Pessoas chegadas a ele descrevem-no como um cidadão chinês patriota e um homem honesto, cujo amor por seu país é “contagioso”, dizem elas. Agradeço seu tempo e atenção para esse caso.
Atenciosamente, (Seu nome)
Nota: Esse modelo pode ser usado tanto nas cartas como nos e-mails.

Nenhum comentário: